Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 16 de julho de 2013

reflexão



Não me devo pronunciar sobre o que se anda a passar na blogosfera, devo, não devo, devo, não devo?



Acho que é um circo dos horrores neste momento. Passei anos e anos de blogosfera longe dos mummy affairs e nunca vi estas coisas. Nunca.



Eu venho de um curso que era constituído por 95% de mulheres. Sei o quão difícil pode ser trabalhar com mulheres. Mas sempre gostei de mulheres, de me dar com elas e nunca fui daquelas que preferia mais a companhia do sexo oposto.

Mas acho que tanta mulher junta não está a fazer bem a ninguém.

E será tudo isto porque são muitas mulheres juntas ou porque, a juntar a isso, começam a surgir muitos jogos de interesses?





Começa a ser complicado gerir. 

Todas nos sentimos copiadas, várias vezes. Para além de passar a vida a ouvir dizer que copio, eu própria sei que já fui copiada algumas vezes. Mas decidi conter-me e manter o low-profile. Porquê? Porque há um rastilho que se acende e que dificilmente se apaga. Há um ano vi isso acontecer entre duas bloggers conhecidas. E precisamente um ano depois vejo o mesmo cenário repetir-se. 





No meu primeiro trabalho enquanto psicóloga, tinha eu 22 anos, trabalhei com uma pessoa que achava que o sol não podia brilhar para todos. Os planos que eu fazia, ela apresentava-os ao chefe como sendo dela.

E eu nunca percebi. Não pode mesmo o sol brilhar para todos? Que inseguranças é que as pessoas trazem consigo que sentem os outros como verdadeiras ameaças?



Ontem… O bom senso deveria ter começado pelas bloggers e deveria ter continuado nas seguidoras. Não aconteceu. Felizmente, mas felizmente mesmo, que o fizeram nas páginas do face, onde as pessoas têm mais receio de dar a cara e mais recato, mesmo assim. Não sei como seria se tivesse sido nos blogs, com a possibilidade do anonimato.



Que fiquei estupefacta? Fiquei. Ter visto depois do meu post a agradecer o meio milhão de visitas, um a agradecer “os quase não sei quantos milhões” foi demasiado esclarecedor de como as coisas andam por aqui. Foi coincidência? Ainda alguém acredita em coincidências?






Diz-se “entre marido a mulher não deves meter a colher”. Acho que este provérbio deve ser adaptado ao mundo dos blogs. Tomar partidos é complicado, principalmente quando depois as bloggers em conflito resolvem ficar amigas. Mas sim, mil vezes amigas, sejam ou não falsas-amigas do que o linchamento em praça pública.



Não sou amiga de muitos blogs considerados de primeira linha. Não tenho interesse em sê-lo. 



Quero apenas continuar o meu blog e manter-me na minha. 







E quando achamos que a vontade de andar por aqui está por um fio, há qualquer coisa que nos puxa para cima. Nos puxa e mantêm lá. Vou guardar com muito carinho o comentário delicioso sobre o meu blog.
Obrigada Clara. Obrigada A JANELINHA.












E no fim do mês faz 8 anos que ando por aqui.







8 comentários:

bebe disse...

Visito a sua pagina do blog, não sei a que 2 bloggers se refere. É obvio que há jogos de interesse, todas querem ganhar brindes, mas a que troco?? Será da crise? ..ou simples falta de educação... Já vi esta polémica abordada noutro blog, portanto deve ter sido feio. Não ligue, o que interessa é o que escreve. Beijinhos

mãeee disse...

Sofia, 4D, madame, ma...,

estou a leste. para variar estou a leste. mas, estou aqui, nos bons momentos e nos menos felizes. ao sol e na sombra. não percebo nada do que se está a passar, mas por vezes penso que há coisas na blogosfera a acontecer depressa demais. e, no anonimato e fora dele, há pessoas a descarregar as suas frustrações reais no mundo virtual.

Um beijo e um abraço bem reais

S.

Sonia disse...

tb estou a leste de tudo isso... há certas coisas que prefiro manter-me assim .
Um beijinho e continuo a gostar tanto tanto de cá vir.

Su disse...

Comecei a passar por aqui após ter lançado mais dois projectos digitais, desta vez vocaccionados para a miudagem: o S Baby e o Tinimini. Comecei tb a passar os olhos por esta facção das mães bloggers e acrescentár sites á minha lista de coisas a ver...

Chamo-me Susana, sou editora e partner do Simplesmente Branco. Já fui copiada com fartura, mas passado o choque inicial, já ultrapassei as voltas ao estômago que tal coisa me dava e não entendo a lavagem de roupa suja vagamente anónima, mas em público... servirá para puxar a equipa de fãs, para q se degladiem pelos próprios...?

Acho sempre q qd nos começam a morder os calcanhares, está na altura de treparmos mais um degrau, chegarmo-nos à frente, arregaçarmos as mangas...

cabeça fria, coração no sítio, olho vivo e pé ligeiro... não será mais interessante o caminho assim?

um abraço
S

4D disse...

Posso aproveitar para dizer que gosto muito, tanto, das suas coisas, das suas páginas? identifico-me tanto. sou fã há um bom tempo.

obrigada pelas suas palavras.

E sim, é exactamente para isso, claro.

E sim, muito mais interessante o caminho assim.

um abraço.

um abraço a todas.

* Clara B. F. * disse...

Obrigada, Sofia É uma querida. Quantos às cópias, sei bem o que é. Temos que andar para a frente e ignorar. Um beijinho grande. <3

Tella disse...

like

Diana Mora Moraes disse...

Não estou a leste... estou em Marte, só pode! :) Mas, estar longe de intrigas é bom... :)
e... 8 anos?? isso é dureza! :) parabéns! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...