Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 31 de maio de 2012

De Fio a Pavio ou os encontros marcados pela vida.


Adoro pessoas de bem com a vida, de espírito empreendedor, que gostam de desafios e que não têm medo de arriscar (medo até têm, como é óbvio, mas é um medo que não as deixa congeladas, sem avançar), porque sabem que a felicidade é isso mesmo – acreditar no que se faz e fazer-se por isso.
Pessoas que trocam estabilidades por vidas mais cheias e preenchidas. Cheias de tudo mas principalmente de significado. Isso também é uma forma de espiritualidade.
Liberdade vem de mãos dadas com responsabilidade. Aceitar a liberdade é aceitar a responsabilidade inerente ao processo e ao privilégio de se poder fazer escolhas e tomar decisões.
Pessoas que não sonham só de noite. Pessoas que sonham de dia também. Pessoas que não se ficam pelo desejo de mas pessoas que vão à luta por. Pessoas que têm garra, perseverança e entrega, muita e muita entrega.

Eu tento ser assim, mas nem sempre consigo. Mas tenho cá para mim que mais importante do que conseguir sempre, é não desistir de lutar. Lutar por. Com a tal garra e perseverança e amor e humildade.

A Mónica é uma dessas pessoas.
Conheci-a há uns meses atrás. Quando comecei a levar a sério a ideia de que tinha de começar a preparar o baptizado dos meus miúdos mais novos. Meti na cabeça que tinha de ter uma pulseira personalizada, que simbolizasse a minha vida com eles. E meti conversa com ela. E chateei-a muito. Ai Deus, como a chateei! Sim, porque eu consigo ser muito chatinha, não sei se sabiam isso de mim. E não desisto e luto pelo que quero, luto mesmo.
E a Mónica não desistiu de mim. Não se cansou de ter e propor ideias. E acabou por conseguir traduzir num objecto aquilo que eu tentava explicar por palavras. Eu posso ter o dom da palavra, como alguns dizem que tenho. Mas a Mónica tem magia na ponta dos dedos. Sem dúvida.

E pronto. Eis que fiquei com uma pulseira especial. E eis que se criou uma relação especial, feita do encontro de duas personalidades teimosas (eu mais teimosa. Ela mais meiga), de duas pessoas de bem com a vida.

E eis o resultado final:




E outras propostas:





E mais coisas giras da De Fio a Pavio












Mónica, obrigada e... keep up the good work 


 De Fio a Pavio: levar as coisas do princípio ao fim. 



 Enfim duma escolha faz-se um desafio 
Enfrenta-se a vida de fio a pavio 
Navega-se sem mar, sem vela ou navio 
Bebe-se a coragem até dum copo vazio 
E vem-nos à memória uma frase batida 
Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida 

 Sérgio Godinho

quarta-feira, 30 de maio de 2012

E esta noite

sonhei que tinha escrito um livro.

Começa a ser recorrente.




Termina hoje



E já temos participações tão giras! Vamos ver se os resultados não demoram a sair:):)

terça-feira, 29 de maio de 2012

praia

Já que não fomos à praia, a praia veio até nós.
Dream on girl!






Maria Nuvem
(obrigada pelo miminho!)



Lanidor baby






Laranjinha

Zara baby




Laranjinha

Trazido da Estónia (Tallinn) pelos avós maternos





protector solar para os mais velhos
havaianas para ela
chapéus para mim
saco para carregar com tudo (e não chega, claro)



E o que é que está cá dentro? Só o saco é lindo!






O meu novo fato-de-banho
Mango Touch - desenhado por Gullermina Baeza





Tanta coisa que é preciso levar para a praia, tanta coisa! O meu lema é simplificar mas por vezes não é possível.
Queria deixar aqui algumas dicas, queria mostrar algumas das minhas preferências mas já estou de rastos, só de pensar o que vai ser arranjar os sacos para 2 pessoas e 4 pessoinhas (esta é para ti A.).

Mas cá vão algumas ideias, para não dizerem que vieram cá e vão de mãos a abanar:)

Primeiro estive para mostrar as garrafas de alumínio da Sigg, marca já muito conhecida (são porreiras, têm um revestimento anti bacteriano que é importante). Mas depois lembrei-me que, pelo que sei, a marca não fabrica modelos térmicos, o que significa que inevitavelmente a água vai aquecer e ficar choca - detesto isso!)
Água em garrafas de plástico está fora de questão! Por razões ambientais e outras (pronto, pronto, pode ser um mito mas nunca mais consegui tirar da cabeça aquela ideia de que água a aquecer em garrafa de plástico provoca cancro).

Então mostro-vos uma alternativa: os termos:



Aromas do Chá

Jané

Mamaminha

Saro





E mais? Tanta coisa!
Protectores solares (para os bebés Uriage, Aveno, A-derma, La Roche-Posay, Chicco...). Se tiverem sobrado do ano passado e o prazo de validade for de 12 meses, devem usar em vocês e comprar um novo para os pequeninos.
Chapéus e mais chapéus (geralmente os mais pequeninos vão com eles na cabeça para o mar e depois com os salpicos das ondas acabam por ficar encharcados e têm de os tirar). Mais uma muda de roupa e mais uns calções de banho sobresselentes (ou fato-de-banho - ainda não sei falar no feminino!). E ando à procura do saquinho plastificado perfeito para colocar as roupinhas molhadas à saída da praia.
Mais toalhas de praia (e eu sou daquelas esquisitinhas e metidas à besta que não gosta nada de levar a toalha de praia ao ombro. Vão sempre dentro de uma large bag - e cada vez fica mais difícil conseguir esta proeza).
E mais? Óculos de sol, borrifadores, lancheiras, baldes e acessórios, bolas (temos que levar para o Vicente. Ele é tão louco por bolas que se não levamos a dele, ele vai e rouba a dos outros), mais uma chucha, cartas para os mais velhos jogarem ao peixinho e ao kames (comprei no El Corte Ingles), e uma carteira pequenina com as moedinhas para o gelado ou para a bola de berlim (não levem os documentos todos convosco).
E mais? Um livro e uma revista -posso não lhes pegar mas não dispenso levar. 
Mais? A máquina fotográfica para captar os melhores momentos. A melhorzinha não vai, só mesmo em determinadas ocasiões. Levem antes uma mais pequenina que caiba em qualquer lado e que seja mais velhinha para não ficar tanto peso na consciência.

E mais? Ui, cansei!
E bem vistas as coisas, ainda agora comecei.





Então cá vai, with love:


1 - Chocolate Azul; 2 - Laços & Laçarotes; 3 - Little Angels; 4 - Ratinho Feliz







1- De Fio a Pavio; 2 - Maria Limão; 3 - Galinha Doida; 4 - Our Sins; 5 - Rip Curl (El Corte Ingles); 6 - Maria Nuvem







1 - Imaginarium; 2 -  Toys "R" Us; 3 - Imaginarium; 4 - Toys "R" Us; 5 - Party Fiesta; 6 - Amar Portugal 






1 - Imaginarium: 2 - Decathlon; 3; Imaginarium; 4 - Fisher-Price (Brinka); Papagaio sem Penas; 5 - Loja dos chineses ou ebay





1 - Imaginarium; 2 - AiaiMatilde; 3 - Imaginarium; 4 - Party Fiesta; 5 - Imaginarium; 6 - Toys "R" Us 





DIVIRTAM-SE!




Há 2 anos




domingo, 27 de maio de 2012

Coisas de rapazes



Este fim-de-semana foi um fim de semana caseirinho e cheira-me que um bocadinho mais esgotante do que aqueles que temos quando vamos passear e espairecer. Os testes do mais velho levam-nos por vezes a períodos de maior clausura. E é nestes fins-de-semana que acontece tudo o que não era suposto acontecer. 

Por exemplo, é pena não sabermos de antemão, ou seja, antes de termos filhos, se eles vão ser daqueles em que a comida faz muitas vezes o caminho inverso ao previsto. Os nossos são muito atritos a este movimento de absorção…mas ao contrário! E hoje passei a manhã a dar uma limpeza tão mas tão grande à cadeira da papa, que tive de a desmontar toda, inclusivamente retirando parafusos com a máquina.

Se eu soubesse o que sei hoje, teriam sido logo corridos com as cadeiras do ikea, muito simples e sem reentrâncias complicadas (infelizmente na altura do mais velho não havia por cá esse maravilhoso reduto). Agora temos uma (a castanha escura que aparece na imagem) mas logo tinha que acontecer na outra, na da Bébé Confort. É a lei de Murphy no seu melhor, não é?


As minhas sugestões para quem está a pensar nisto: comprem destas! 



Bom, continuando, também resolvemos andar em pinturas de móveis. Vamos lá ver como será o resultado final. E eles resolveram andar de patins dentro de casa (não lhes bastou o pátio). Oh God! Coisas de rapazes, dizem vocês. Coisas de gente doida, digo-vos eu!!:)
Para além disso, como já andamos a sonhar com a possibilidade de irmos de fim-de-semana prolongado para o Algarve, no feriado, então eu e a babydoll andámos a experimentar fatiotas com sabor a mar!

Mas hoje venho cá mostrar-vos mais um dos meus posts temáticos. Sabem que me está a dar um gozo enorme fazer estes posts?
Os que já saíram e que vão continuar no activo são:
Cornucópias meu Amor
Pompons I love you
Paixão, paixão (peças que vou vendo e tenho mesmo de mostrar porque estou perdidamente apaixonada por elas)
e
Coisas de rapazes (que teve antes o nome de “roupas para os little boys”).

E ainda tenho mais umas ideias para novos temas. E aceito e agradeço se me quiserem dar outras aindaJ

Hoje, como não podia deixar de ser, mostro-vos peças giras, muito giras da Chocolate Azul. Acho que as coisas de menina são de morrer e ressuscitar outra vez. Mas a dos rapazes também me vão enchendo as medidas.

Enjoy it!



Eu gosto de tudo o que aqui vos mostro mas estou deliciada com a possibilidade de poder ter uma tshirt igual ao do meu filho. Isso não pode ser apenas privilégio dos rapazes com os pais e das meninas com as mães. Adoro, adoro, adoro esta possibilidade!

Queridíssimas concorrentes

ao passatempo 4D/Chocolate Azul,

preciso que quando me enviarem o e-mail com a vossa participação, me digam qual é o vosso nick aqui no blog, ou seja, com que nome é que são minhas seguidoras aqui neste humilde estaminé e com que nome são fãs no facebook.
Só assim poderei validar as participações.

Molto grazie.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

9 meses


9 meses lá dentro


9 meses cá fora



outfit mesiversário
fofo - Zippy Baby
blusinha - avó e madrinha homemade
meias - Condor (Laranjinha)



Presente - Cacomae (Peixinho do Mar)

Muitos, muitos beijos Ana. Obrigadíssima por te teres lembrado, por seres tão especial. Adorei. Aliás, adorámos:)

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Em jeito de balanço


É muito bom poder ter estas duas parcerias com duas pessoas que admiro, duas amigas, duas empreendedoras, duas mães fantásticas.
Muitas vezes questiono-me a mim própria (sei que é um pleonasmo mas adoro-o) sobre o que quero do blog. Há muito pouco tempo afirmei que era apenas uma questão de satisfação pessoal. E continua a sê-lo, acima de tudo é isso. Mas não quer dizer que satisfação não venha associada a empreendedorismo.

Sempre gostei imenso de roupa, de coisas de bebé e crianças. Quem vem de trás e me conhece há mais tempo sabe desta paixão. Aliás, quando eu engravidei desta última vez, dizia que se não fosse menina teria de abrir uma loja com roupa e acessórios muito girly para poder estar sempre em contacto com este universo cor-de-rosa. Chama-se a isso substituição. Enfim…

O mais engraçado é que o meu post mais lido e mais vezes procurado não é aquele que muitas pensam que é, mas o que falo da Pau de Giz (Coisas giras na Pau de Giz), há muito tempo atrás. Quem diria?

Portanto, o meu lema é falar de tudo um pouco. Dos meus devaneios enquanto mãe e alguns enquanto mulher (agora reparo que não têm sido muitos), de fait-divers (por favor, para ser lido em inglês). Também o propósito deste espaço é falar deles, muito deles, das piadas deles, das asneiras deles, das roupinhas deles, da minha relação com eles…
E depois mostrar livros, músicas, exposições.
E ainda reflectir sobre temas relacionados com o meu gosto e a minha área profissional.
E ainda, tão importante para mim, esta parte das roupas e das marcas e das coisas de criança. Se no tempo do meu mais velho havia poucas marcas portuguesas…ou melhor, pelo que já me apercebi até havia algumas, na minha cidade de origem ou na cidade onde vivo é que não. E eu também não tinha internet nessa altura. Estou a falar do ano 2000, 2001, 2002…

Há imensos blogs que publicitam marcas. Tanto frou-frou à volta disso. Não entendo. Desde que publicitem aquilo em que acreditam, que experimentaram e ficaram satisfeitos, então óptimo. Também como é que se pode publicitar sem conhecer? Como é que se pode mostrar um produto que nunca se experimentou? Não faz sentido.

Já publicitei o itzebeen, e ainda ontem disse a uma amiga e colega que devia ficar com a patente em Portugal, porque devo ser a pessoa por cá que mais fala no aparelho e diz bem dele. Também quero mostrar o meu fato-de-banho Mango Touch, lindo, de uma Mango que eu nem sabia que existia e que, tal é a minha loucura, me fez ir da última vez ao Porto à sua procura. Espero é que continue lindo durante muito tempo (edição limitada, da estilista Gullermina Baeza).

Em relação às roupas deles, principalmente as dela, eu mostro aquilo que os meus pequeninos vestem e que eu gosto. Claro que também vou mostrando aquilo que me parece giro, mesmo que eles não tenham  ainda. São coisas que adoraria ter e que estão na minha lista de coisas a adquirir (lista vastíssima, portanto). São peças que recomendo porque me parecem de bom gosto e com qualidade.

O que é que quero com isto? Divertir-me. Onde é que isto me vai levar? Espero que me leve onde me levar o coração!

Não se esqueçam então das minhas parcerias fantásticas. Quis aliar-me a pessoas fantásticas, a marcas em que acredito. Espero continuar a fazê-lo. Sempre com pessoas com quem haja química, sempre com pessoas que me façam acreditar nos seus projectos, no seu lema de vida. E ainda por cima a apostarem sempre no “o que é nacional é bom”.
Por isso também me tenho associado à Cacomae, porque é um blog que gosto, que sigo, que admiro. Por isso aceitei a entrevista da Magda, do Mum’s the Boss, porque é mais uma pessoa em quem confio e que acredito (e se tudo correr bem dentro em pouco tempo, fora do mundo blogosférico, vamo-nos juntar para trabalhar nas questões da parentalidade).

E numa onda de agradecimentos quero agradecer à mãe das Marias, à Margarida, à Kiki e à Cacomae. Já percebi que é através dos seus blogs que muitos me lêem.
Quero muito agradecer ainda o feedback que tenho recebido, sobre o blog e sobre o meu ar cool (ena, ena). O feedback é fundamental, como sabem. Qualquer que seja a crítica, desde que construtiva, vale sempre a pena ouvi-la.

Então…

Não deixem de aproveitar a promoção da Maria Nuvem, que termina já no sábado. Não deixem de pôr a imaginação a funcionar e desatar a ter ideias giras, que associem as palavras Chocolate azul e 4D. Difícil? Não. Mas mesmo se for, não se esqueçam do meu lema. Sabem qual é? Nunca ninguém disse que ia ser fácil, mas quando se quer muito, consegue-se.




quarta-feira, 23 de maio de 2012

Coisas de ser piegas VII





Não sei nem me interessa se mostrava ou não ao mundo, se acontecesse comigo. O que me interessa é que é uma estória comovente, de amor, de orgulho, de protecção (queria dizer nurture, a palavra mais certa). De celebração da vida, dos milagres da vida, mesmo que seja uma bênção momentânea (que não é de maneira nenhuma, porque perdurará para sempre).
Ainda hoje falava aos meus alunos da perda, de lidar com a perda, nomeadamente com a perda gestacional. Ainda hoje falava aos meus alunos da importância de criar rituais, que tanta falta nos fazem. Emocionante. Apenas isso. Emocionante.



É sobretudo uma história de amor entre pais e filhos. Um amor que só foi vivido numas escassas oito horas: o tempo que Grayson James Walker viveu. O bebé nasceu com malformações fatais. Os pais sabiam da anencefalia (uma malformação rara do tubo neural, caracterizada pela ausência parcial do encéfalo e da calota craniana) e sabiam que a criança iria viver pouco tempo. Uma razão que não os impediu de tornar as poucas horas de vida nas mais felizes.

Daqui

Ser mãe é dose.

Fiz a pré-inscrição da Concha em Setembro, para o próximo Setembro, porque ainda faltava muito tempo e quando falta muito tempo as coisas têm outro peso, outra perspectiva. Depois comecei a ter dúvidas se ela devia entrar com 1 ano ou 2. Nos entretantos vou ouvindo a minha mãe dizer que sou louca, que não posso estar disponível, para qualquer horário de aulas, para qualquer horário de consultas, para qualquer reunião marcada de repente. Para além disso que era melhor para ela.
Pois que não sei, não sei mesmo. Ou então não quero saber e estou simplesmente em negação.

E porquê isto agora? Porque hoje na caixa do correio tinha uma carta a dizer que ela tinha sido aceite e que eu tinha 5 dias para efectivar a matrícula.
Sou uma despachadona em algumas coisas, mas isto deixa-me chocha e melancólica e nostálgica e tudo e tudo e tudo.

Portanto, estamos em alturas de grandes decisões. Filho mais velho mantém-se no colégio ou sai; filha mais nova entra na creche ou não.

Ser mãe é tomar decisões a toda a hora. Pequenas decisões que levam a pequenos ajustes diários e grandes decisões que podem e vão fazer uma diferença. Na vida de todos nós. Ser mãe é dose.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Chocolate Azul e 4D


A V. e a A. são donas da Chocolate Azul.
Uma parceria entre mãe e filha, que está aí para nos cativar…e arrasar!
Desde sempre houve um gostinho por estas lides. Pelo meio houve um curso de estilismo no estrangeiro, que resultou num fervilhar de belíssimas ideias, ideias docinhas, para os bebés pequeninos, para as crianças um bocadinho mais velhinhas e para as suas mamãs. E este frissom todo colmatou na criação da Chocolate Azul.
Entraram nesta aventura há 3 meses e há 3 meses abriram conta no fb. E só agora há 1 semana se decidiram por uma página de fãs. E ainda bem, dizemos nós, que as peças delas vale a pena serem vistas, por todos. Todos mesmo. Queremos entrar e mostrar que gostamos e por likes a torto e a direito. Queremos simplesmente nos deliciar. E encomendarJ

E houve um feliz encontro entre o 4D e a Chocolate Azul. E houve química, pois claro. E houve a ideia de uma parceria e de um concurso.

O resto? O resto está mesmo, mesmo, aqui em baixo bem explicadinho.
Uma prenda nossa, para vocês.
Enjoy it. Olhem que é de se comer!




Do fim-de-semana






Profissão de Fé do A., dia 20 de Maio de 2012




leggins - Zara Baby
túnica - Benetton



casaquinho - H&M
fofo - Maria Bolacha
meias - Condor (Rosa E Azul)


vestido - João Pestana
tapa fraldas - homemade. Oferecido pela amiga S.
casaco - Benetton
meias - Dulces
sapatos - Zara Baby
ganchinho - Rosa E Azul






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...