Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Quem é a Benedita?


Aquilo de que vamos agora falar é muito grave... Existe a possibilidade da Benedita não existir.
Este texto é escrito a duas mãos, as minhas e as da Kiki. Falámos muito, falámos durante horas, tomámos algumas diligências e resolvemos agora publicar este texto.

Posso dizer-vos que é uma estória de arrepiar. Posso dizer-vos que é importante darmos ouvidos aos nossos instintos, mesmo que pareçam absurdos.

Não posso contar todos e mais alguns detalhes mas posso dizer-vos que por pequeninas coisas senti algo forte, sentia uma voz cá dentro a dizer que havia coisas que não batiam certo umas com as outras. E até me senti mesmo muito culpada por sentir isso.

Eu não conheço a Bárbara pessoalmente. Trocámos e-mails e eu pedi-lhe o número de telemóvel quando ela supostamente esteve no hospital com a bebé e trocámos mensagens de texto.


Umas das situações que me deixou realmente com a pulga atrás da orelha foi ter-lhe enviado convite, pelo e-mail do blog dela, para o meu blog privado, e de ela ter aceite com outro nome. Eu não me apercebi disso logo. Quem tem blogs privados sabe que ficamos com o registo dos leitores do blog e dos e-mails com que acedem ao nosso blog. Como eu gosto de averiguar algumas coisas, numa dessas pesquisas percebi que o e-mail era de uma tal Francisca P. Na altura não fiz nada e tentei arranjar justificações para o sucedido e esqueci este detalhe.

Deus me perdoe mas quando recebi a notícia sobre a Benedita e percebi que a Bárbara tinha escrito vários e-mails a várias pessoas, pensei que seria cedo demais para ela ter vontade de escrever, de se justificar. Mas mais uma vez senti-me culpada e esqueci. Mas não conseguia dormir de noite. Foi duro. Nessa altura lembrei-me que lhe tinha pedido há uns tempos o endereço do fb e de ela ter dito que já tinha tido mas que já não tinha conta e lembrei-me então de ir pesquisar aquele endereço de e-mail no fb. Os dados são vedados mas consegue-se perceber que é uma rapariga nova, a tal Francisca. Talvez 25 no máximo. Comecei a fica impaciente, a querer dar ouvidos ao que sentia mas a não querer, simultaneamente.

E o que tem de ser tem muita força.
Recebi um e-mail da Kiki, a perguntar-me se eu conhecia a Bárbara pessoalmente, que ela própria tinha recebido um e-mail com informações estranhas. Sem me dizer mais nada eu sabia do que é que se tratava. Simplesmente sabia. Pedi-lhe por favor que me dissesse o conteúdo desse e-mail, que eu precisava de saber.

A Kiki disse-me então que tinha recebido um e-mail de uma pessoa que não tem blogue mas que segue alguns, apontando para o estranho facto de ter descoberto que algumas (senão todas) fotografias da bebé Benedita serem falsas. Ficámos ambas completamente chocadas. Mas as evidências estavam lá...
Podíamos pensar que seria para proteger a bebé, mas o facto é que foram postadas como sendo dela. Nestas fotos há legendas como “vejam lá se não tenho razões para estar babada”, às quais as pessoas fazem comentários e elogios, e a mãe Bárbara (?) nada desmente. Vejam por exemplo este post e comparem com esta fotografia de 2007 de uma bebé estrangeira. Azar dos azares, a pessoa que mandou o e-mail à Kiki conhece o pai da criança estrangeira e reconheceu de imediato a fotografia no post do blogue Brilhos e Fascínios. Ou ainda este post, com uma fotografia tirada do site da Caras onde curiosamente aparece uma bebé que também se chama Benedita com a mesma idade que ela refere no blogue. Para confirmar, fizemos ambas mais pesquisas... E a Kiki não demorou muito até encontrar mais uma. Vejam este post onde ela até diz ser a cunhada que tirou a fotografia e qual o modelo da máquina. E vejam agora este link do Pinterest, onde a única coisa que fizemos foi escrever no motor de busca "2 month baby" e foi logo uma das primeiras fotografias que apareceu.
Tudo isto deixou-nos a tremer... Não podia ser! A história da Benedita, por quem todas torcemos, por quem todas chorámos, era demasiado real. Ninguém podia inventar tanta coisa com tanto detalhe e tanto sofrimento...




Hoje resolvi fazer mais uma tentativa. Liguei para o número de telemóvel que supostamente pertencia a Bárbara e atendeu uma rapariga. Rapariga essa que quando perguntei se era a Francisca me respondeu que sim e que quando lhe perguntei pela bebé desligou imediatamente o telefone.
Enviei uma mensagem, via FB, à Francisca, que até agora não me respondeu.

Temos esperança que tudo não passe de um mal-entendido. Seria muito mau e grave alguém fazer-se passar por uma pessoa que não é e pior ainda inventar um bebé que não existe e dar-lhe o desfecho que todas nós conhecemos... é que tem que ser uma pessoa muito doente. Mesmo que tivesse criado uma personagem falsa e não soubesse como se livrar dela, era fácil dizer que a bebé tinha melhorado e que precisava de passar mais tempo com ela e por isso iria fechar o blog, por um tempo ou para sempre. Mas não. Se esta estória foi mesmo inventada, foi por alguém muito doente e que precisa muito de protagonismo.

Estamos arrepiadas com esta história. Mas por outro lado, é preferível ter raiva de uma pessoa que inventa uma história macabra destas, do que pensar que uma bebé pequenina passou por tudo aquilo e que está uma mãe a sofrer horrores por ter perdido um filho.  

Achámos, depois de muito reflectir, que devíamos partilhar com vocês. Porque anda meia blogosfera a sofrer por uma bebé que se calhar nunca existiu. Não é a primeira vez que uma história destas acontece e não há de ser a última infelizmente.

Não foi fácil tomar esta decisão de contar mas achámos que seria o mais justo. Não consigo encontrar ninguém que conhecesse a Bárbara ou a Francisca pessoalmente. A Francisca P. Isto é que o que sei. É o que a Kiki sabe. E pronto.



Nota: Os posts seguintes foram apagados, porque achámos que era o melhor, para podermos esquecer esta estória de vez. Infelizmente confirmou-se que há pessoas más e doentes e desequilibradas, também, na blogosfera. 

34 comentários:

Joanissima disse...

credo!!! até estou arrepiada. desconhecia esta historia mas isto é de facto mau demais, se se confirmar.

Joanissima disse...

(e ja agora, desculpa, acompanho-te sempre no reader mas é-me quase sempre impossivel comentar-te pq nao tens janela pop up para os comentarios e está sempre a pedir-me para confirmar e reconfirmar o meu email... ja outros blogs têm este sistema de comentarios e é impossivel comentar)

Princesa disse...

Vou só ali dar com a cabeça numa esquina e já volto... Pode ser?
Tenho as entranhas às voltas, estou enjoada...

Maria disse...

Bem... de arrepiar mas, infelizmente, não é novidade. Uma vez, em conversa com uma amiga, cheguei a conclusões semelhantes relativamente a outra caso. Desta vez não conhecia tão bem a pessoa, nem a história, por isso acreditei...
Infelizmente há gente muito doente, com uma grande necessidade de protagonismo.
bjs

Maria de Lurdes disse...

Sinto-me enganada, como com certeza todas as que se sentiram mal pela pequena Benedita.

Se toda esta novela mexicana servir para alguma coisa, que sirva para, por um lado, darmos valor à vida, encarando esta estória como um simulacro de morte, e por outro lado, a relativizar as coisas, a dar a devida importância ao que acontece aos outros neste mundo virtual, a sofrer pelo que efectivamente conhecemos e nos é próximo e não por algo virtual, por muito próxima que pareça ser a ligação.
Eu não chorei pela bebé Benedita, senti muita pena pela bebé e sobretudo pelos supostos pais, mas se por um lado não a conhecia na realidade, por isso apenas podia sentir empatia pela situação, por outro lado o meu mundo não é o da Benedita. Se eu chorasse pela Benedita horas e horas o que me aconteceria se acontecesse algo aos meus filhos, ou a alguém realmente próximo, dava um tiro na cabeça?

Relativizar e dar pôr o virtual e os "vivos" no seu devido lugar. Espero que esta maluqueira toda sirva para isso, ao menos.

sof* disse...

OMG!

Marta disse...

Eu não entendo a motivação para fazerem uma maldade destas. Não entendo mesmo. Pôs tanta gente aflita, a torcer pela bebé, a sentir a dor dos pais.... e é tudo mentira? Como é possível...

Tica disse...

Eu sou um pouco como a Maria de Lurdes, pensei na situação, tive pena e segui em frente. Dou valor a quem conheço, mas sinto empatia pelo sofrimento dos desconhecidos/conhecidos.
É triste uma pessoa tão jovem necessitar deste protagonismo e vendo pelo lado positivo, nem sei se há, já não vou mais pensar neste assunto hoje. A internet/anonimato pode ser muito perversa.

Fi disse...

gente doente credo... nem tenho palavras. Nem vale a pena.

abspinola disse...

Fiquei a conhecer a historia da Benedita na 4º Feira atraves de um outro Blog e chorei por saber que mais um anjinho tinha partido.
Agora estou pasma e chocada com estas revelações.
Como é possivel alguem fazer algo assim tão macabro e sabemos todas nos que há mães e pais a sofrer pela perda dos seus filhos.

Cris ♥ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris ♥ disse...

... não pode ser... por favor... não posso... não quero acreditar que existe gente assim!!!!

Rit♥Catita disse...

Estou boquiaberta!

Vania disse...

Estou em estado de choque!!! Por um lado quero que este post seja verdade, porque como disseste era sinal que não existia nenhuma bebé que tivesse passado por tal sofrimento e não existia agora uma mãe com o coração desfeito.
Nestas coisas eu sou muito ingénua, mas por coincidencia ou não ontem andei a pesquisar no google e consegui aceder a vários posts do blog que ainda estão em cache, fui guardando algumas das fotos da Benedita para fazer um post e vi o que voces falam agora, na verdade já tinha reparado que a bebé é muito diferente em todas as fotos e já na altura me pareceu bebés diferentes. Mas não liguei! Porque se for a ver as fotos da Bia ela ao longo destes 3 meses tambem mudou muito, não parece o mesmo bebé.
Eu pergunto-me como é possivel alguem conseguir mentir durante tanto tempo? Desde a gravidez até agora...será? Falar de problemas como as cólicas, o colimil...acho isto tudo muito estranho, porque a história dela já vem muito de trás...não sei o que dizer, as fotos podem se dever ao facto de querer proteger a menina.
Se realmente é mentira, é de facto uma pessoa muito doentia, doentia por inventar uma história tão macabra como esta e por nos fazer a nós verdadeiras mães passar por este sofrimento.

Claudia disse...

Bolas... nem sei o que pensar. Achei que se ebviou mails logo era muito corajosa... afinal sou mesmo parva. Que gente

Flores disse...

MEDO! (infelizmente, já é quase uma «banalidade»)

Maggie disse...

que horror, como é que alguém é capaz de uma coisa destas???

Maggie

Andreia disse...

Fiquei horrorizada com esta história, não conhecia. Se foi inventada mesmo, há alguém muito doente por aí!

Sílvia disse...

Eh pá! Não posso crer! :((

c.f. disse...

Mas que grande pancada que essa miuda tem! Estou pasma em constantar até onde pode ir!
Ela tem direito de ficcionar e escrever sobre o que quer, triste é verificar a frieza com que brinca com os sentimentos alheios.
Olha diz-me tu que percebes disso, serão sinais de uma psicopata? beijos Pinky

Duchess disse...

Pinky: honestamente eu diria que sim. Ou então não. Apenas uma miúda parva que precisava de uns bons açoites no rabiosque (chamar-lhe psicopata é dar-lhe demasiada atenção)

Kristianna disse...

Fiquei em choque!!

Fava Azul disse...

eu nao conhecia a estória... na verdade nem conhecia este blog.... mas a blogosfera está cheia de mensagens de luto pela Benedita e por curiosidade em saber o que se tinha passado acabei por vir dar aqui....

Isto há com cada uma....

é por estas e por outras que acabei por privatizar o meu blog.... o que nao falta para ai é gente doida....

RosaAzul disse...

Oh meu Deus...
Estou incrédula, sem palavras mesmo...
Se por um lado, fico feliz por tudo ser ficção e nenhuma bebé ter passado por isto, por outro, fico a pensar como pode ser tudo mentira.
Acompanho o blog quase desde início. A história está bem montada e a pessoa parece saber do que fala.
Há gente muito bera....mesmo, mesmo.
ESTOU EM CHOQUE.

Filipa
www.rosaouazul.blogs.sapo.pt

Mamã Nocas disse...

Opá como já disse em cima...estou chocada.
É de arrepiar, o que tenho lido, o luto de alguns blogs, e até a minha curiosidade quando soube, que fiquei triste e solidária por essa mãe, que não conheço mas que vivia no mesmo mundo que nós. A blogosfera, são laços e conhecimentos que se criam...Olha nem tenho palavras. Estou desiludida com todo este mundo em que nos encontramos. Ficamos com medo de publicar e conhecer outros blogs. A verdade é que fico de pé atrás com blogs que escrevem escrevem, e dão pouco a conhecer. Continuo a ser a favor de blogs privados...apesar de ter pessoas no meu que não conheço pessoalmente, mas que são amigas de amigas etc...

Vou continuar a acompanhar este desfecho. Ainda eu deixei uma mensagem no FB com solidadriedade e compaixão. Estou irritada!!!

Tranças disse...

Espera lá que vou ter de ler tudo de novo...

Sandrass disse...

Tou chocada!

A "Barbara" começou a seguir o meu blog, a falar de como a Benedita" era parecida com o meu Ricardo, que tinham inclusive nascido no mesmo dia.

Pessoas doentes e já é a 2ª que me aparece no blog, há tempos "roubaram-me" fotografias da minha barriga de gravida e ecos do Ricardo e abriram um perfil no hi5, agora esta a dizer que a filha dela era parecida com o meu.

Só gente doida que se cruza a minha frente, começo a ter sérios receios em continuar na blogsfera.....

Obrigado por partilhares esta informação!

Bjs

sofia disse...

Oh meu Deus...
Que alguém ajude essa rapariga
Como é possivel tal coisa?
Ainda estou aparvalhada com isso tudo!
Obrigada por teres partilhado essa informação
Beijinhos

Full-time Mom disse...

Mas que novela... Comecei a seguir o blog quando foi divulgada a doença da bebé e pouco li do que estava para trás, nunca me apercebi de nada errado...

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Se isto tudo for verdade... tenho muita pena da jovem rapariga. Foi alguém muito infeliz no seu passado, e no presente! Nem a história que inventou para ter uma vida que supostamente deveria ser melhor a fez mais feliz prova disso é o desfecho.
Espero sinceramente que os traumas do seu passado que a levam a estas acções sejam um dia superados.

Sandra disse...

Ainda estou a pensar nisto tudo, como é possivel ... a sério!!!!

Ponto G disse...

Conheço quem tenha rapado o cabelo, feito dieta e outras coisas mais para simular que andava em quimioterapia só para "estar doente" como outra pessoa e assim poder começar a relacionar-se com ela ao ponto de ter destruído o seu e o casamento da outra...
Por isso, infelizmente, já não me admira situações destas. Como diria a personagem House "Everybody lies!"

Duchess disse...

Só que uns mentem mais do que outros.

Suspiro do Norte disse...

ha dois anos aconteceu-me algo do genero, mas era uma tipa doente que se fazia passar por um rapaz com cancro.. Comecei a trocar comments pois uma amiga era mt amigo do tal "rapaz".. Inacreditavelmente apaixonou-se por ele, msm sem o ter visto pessoalmente.. foi um 31, uma vergonha.. ate que constatou que a suposta irma dele, quem ela tinha conhecido pessoalmente era a mentora disto tudo.. Nao havia ninguem doente.. nao havia rapaz algum.. nao havia cancro.. apenas uma psicopata por trás disto tudo..

Fiquei para a minha vida...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...