Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Hoje ando a trabalhar nisto

A vinculação em adolescentes institucionalizados.


A vinculação é entendida como uma relação afectiva muito forte e duradoura, entre a criança e o seu cuidador.
O comportamento de vinculação proporciona uma vantagem adaptativa, uma vez que a relação de uma criança com a mãe aumenta a proximidade com o adulto, o que por sua vez favorece a probabilidade de protecção e sobrevivência.
Assim, existem muitos benefícios resultantes da proximidade com um progenitor que incluem a aprendizagem, a interacção social e, acima de tudo, a protecção.
A relação precoce de índole afectiva entre o bebé e a mãe, ou outra figura de vinculação, pautada pela segurança, pela protecção e pela regulação emocional, marca o desenvolvimento psicológico do indivíduo, os seus sentimentos de confiança e segurança, quer em relação a si próprio quer ao outro.

2 comentários:

Mamã Petra disse...

Vivo num sitio que tem 2 instituições que acolhem crianças e adolescentes e ainda 1 que acolhe desde os 0 meses até aos 10 anos. Vivo numa vila pequena a 6 km de uma cidade pequena, mas que trabalha muito bem esta area, e o meu filho é Escuteiro e a meu pedido foram a uma das instituições que eu costumo ajudar recrutar os meninos e meninas e está a ser fabuloso, aquelas crianças têm tanto amor para dar, infelizmente não podem ser adoptadas, e as que podem ninguem as quer. Tentamos que eles tenham momentos felizes e alegres.

Beijinhos grandes e até já...

Beijinhos

Duchess disse...

Custa-me tanto ler que há crianças que estão em instituições mas que não podem ser adoptadas.
Ainda bem que fazes isso, que ele faz isso. São os pequenos gestos que podem fazer a diferença. Nunca poderemos pensar que porque são pequenos gestos não vão fazer nada. isso é que é um engano.

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...