Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 15 de maio de 2012

A Mum's the boss pediu


para usarmos uma palavra, ou então três, que descrevesse a nossa família.
Hoje, que é o nosso dia, o dia da família, só me lembro de palavras estranhas como trapalhona, confusa, caótica.
Na sexta pediram para fazer um trabalho para hoje, uma árvore genealógica diferente, para levar para a escolinha do Vicente.
Sexta à noite fomos a uma reunião ao colégio dos manos maiores. Que processo tão esquizofrenizante. O colégio ia fechar; depois os pais apresentaram, através da associação de pais, uma proposta de viabilidade, que foi terminantemente recusada; depois ia ser vendido e o negócio estava terminado; depois corre à boca pequena que se descobriu que quem ia comprar era evangélico; depois a congregação resolveu manter o colégio a funcionar e continuar à frente da casa. E hoje recebo um telefonema de uma mãe a dizer que da turma do meu mais velho, com a reunião de sexta à noite, os pais resolveram avançar e retirar os filhos desta casa com 90 anos.

E acham que tive cabeça para fazer o trabalho para o Vicente?
Hoje disse lá na sala dele que não tinha feito nada, que o fim-de-semana foi um fim-de-semana quase sem respirar; que não fiz nada mas que ele passou muitos bons momentos em família. Espero que seja isso mesmo o mais importante.
Mas não consigo deixar de me sentir, de nos sentir caóticos e confusos e trapalhões e complicados.

Espero que a Magda se resolva a ajudar-me, já que ela criou, enquanto coacher que é, um espaço no seu blog para estas questões. No fundo, no fundo, um muro das lamentações.


Chama-se Ask Mum e lá podemos colocar aquelas pequenas grandes dúvidas sobre o nosso trabalho mais desafiante: ser mãe e gerir uma família.
Ela responde sempre à luz da Educação e Parentalidade Positiva que tem por base o respeito e a humanização da criança. 


Bom dia da família!

10 comentários:

Mum's the boss disse...

:) Obrigada Sofia, por divulgares o meu trabalho!
E eu tenho a certeza que é mais importante um fim-de-semana como este que vocês tiveram que entregar a árvore a tempo. Por isso, prefere ficar feliz em vez de te achares trapalhona!
Um bjinho, meu doce!

Duchess disse...

Estou-me a sentir um bocadinho melhor...mas ainda só um bocadinho.
Eu cheguei a pensar no trabalho mas como pediram para usar a imaginação e fazer algo diferente, acho que bloqueei e não consegui de todo chegar a lado nenhum.

Se calhar bastava ter mandado estas fotos que mostrei aqui para perceberen que somos uma família feliz.

Beijinhos minha querida.

Rita disse...

Que caos Sofia. E agora? Imagino a tua cabeça, deves andar a mil.

Nem sei o que te dizer, mas de certeza que tudo se vai resolver!

Duchess disse...

Rita: obrigadíssima.
Pois, eu neste momento estou a ver testes e nem sequer consigo fazer nenhum telefonema. mas já não tenho muita força anímica para lutar. Tudo se há-de resolver.

Melancia disse...

"o melhor do mundo não é a escola mas as pessoas e, em particular, as relações familiares". Eduardo Sá lembrou que "há aspetos muito mais importantes do que a escola na vida das crianças", como a família.

Li isto ontem e achei que era ideal para este teu post! Azar da arvore geneológica, sorte a vossa!

Duchess disse...

Gostei!

Sandra disse...

No meio de tanto stress quero te deixar um mega beijo ...

Pois adoro a tua família .... UMA FAMÍLIA LINDA

FORÇA!!!!!!!!!!!!

Sandra Gonçalves

Ana Lemos disse...

...adorava u,m dia ouvir uma das minhas filhas dizer isso de um fds, que grande elogio! porque quer dizer que excelente trabalho tem feito...a mae, o pai, e os irmãos...confusa, trapalhona, etc...mas sempre feliz!
Parabens

Mum's the boss disse...

Como eu gosto desta Melancia! Diz sempre coisas tão bonitas... :)

Duchess disse...

:):)

Beijinhos a todas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...