Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 28 de junho de 2012

O post que vem mesmo a calhar

Quando era mais nova lembro-me de dizer que não gostava dos espanhóis, da sua arrogância de traduzirem tudo, de transformarem Rollings Stones em Las Piedras Rolantes, Os Fligstones em Los Pica Piedra ou The Cure na Cura. Sabem que é o Juanito Andante? E os Pistolas y Rosas? e Las Chicas Picantes? Irritava-me solenemente que em Espanha, ninguém fizesse um esforço para nos compreender e quando chegavam cá os hermanos, nós só lhes faltava beijar..os pés.

Depois cansei-me de não gostar e de dizer mal. Esta mudança começou quando conheci Barcelona e depois Madrid e ainda Málaga e Sevilha. Quando tirei fotografias na Plaza Mayor e depois na Praça de Espanha, aos pés de D. Quixote e Sancho Pança, quando passeei e me maravilhei no parque Güell e me silenciei e rezei perante a Sagrada Família e quando descansei e sonhei nas margens de Guadalquivir. Pela mesma altura apercebi-me que me davam imenso jeito os livros traduzidos, que muito me serviriam na faculdade. Gosto das siestas, gosto da forma como vivem a vida. Gosto das tapas e dos bocadillos. E ainda mais actualmente, gosto muito, muito das roupas de menina.
Só não gosto que eles nos tivessem ganho...mas também não gostaria nada se fossem outros quaisquer.

A minha relação com Espanha mudou, ao ponto de aconselhar o meu filho mais velho a escolher espanhol, no colégio.

Espero que essa relação se mantenha, apesar de tudo. Eu continuo a brincar com eles, seja lá, seja cá (uma das brincadeiras mais engraçadas minhas e do meu marido quando fomos a Port Aventura era falar português com sotaque espanhol  e dizermos que já sabíamos falar muiiiiito bem  espanhueli!) 

Hoje estou um bocadinho com dor de corno, confesso, mas isto passa.

De Espanha...













8 comentários:

Alexa ML disse...

De Espanha só conhecia Salamanca, Ciudad Rodrigo e La Coruña (e quando lá estive desconhecia por completo que era O território da Zara. Longínquos e ingénuos 12 anos ahaha). Há pouco tempo estive em Madrid com o daddy e.. tinha ficado lá de bom grado!
Quanto ao futebol, eu já estava fartinha desta febre do Euro e de ver a bandeira banalizada desta forma, de maneiras que ontem estava mesmo a torcer para que Espanha ganhasse! (:

Full-time Mom disse...

Johnny Walker, Guns n' Roses e Spice Girls, acertei?! Os brasileiros também são um bocado assim com as traduções, não gosto nada. A Mayoral é uma marca espanhola com coisas fofíssimas para bebé e criança, conheces? Beijinhos

Ana Lemos disse...

...e depois de uma grande facada com a nossa derrota, fico contente que sejam eles a ir à final...e viva la espanha...lol
beijinhooooooooooooooooooooooooooooo

Sofia disse...

Ouvido hoje - "nem bom vento, nem bom prolongamento" :-)

Duchess disse...

:):)

Conheço a Mayoral sim senhora:):)

E tenho uma grande pancada pela Gocco!

Sofia: essa está muito boa!!

Beijinhos

vanessa rodrigues disse...

Pois eu amo Portugal e nunca torceria por outro país. No meu emprego lido com eles e posso dizer que ão um povo bastante arrogante. Desejo com todas as minhas forças que percam frente à Itália.
Bjitos

Duchess disse...

Vanessa, bom dia!

Eu não disse que ia torcer por eles. Aqui para nós, não vou torcer por ninguém. Eu não gosto de futebol. Gosto apenas da nossa Selecção quando está a jogo.

Mas gosto de Espanha e, acho como em tudo na vida, não gosto de muitas coisas dos espanhóis. Mas a verdade é que sou daquelas que também não gosta de tudo, tudo, TUDO nos filhos. Há alguns defeitos ou manias que não gosto e não passo a amar esses defeitos só por serem deles.

E dei por mim a pensar, bolas, se assino tantas vezes gracias, em vez de obrigada, se calhar devo falar aqui de algumas coisas boas deste país e gentes.

Hasta luego e besos!!

:):)

Mãe disse...

Só para deixar um beijo grande uma vez que já não passava por aqui há bastante tempo:-)

Tua pequena e maravilhosa princesa está cada vez mais bonita!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...