Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Hoje, porque amanhã não estarei por cá





Não imagino o que será isto. Não imagino que seria acordar 26 anos depois. Parece tudo demasiado à filme. Também não sei o que é estar a cuidar de um filho durante 26 anos, um filho que está há 26 anos em coma, que não nos "deixa" fazer o luto porque está ali e até parece sacrilégio pensarmos nisso; que nos vai dando esperança para uma coisa que só um milagre mudaria. 
Mas a Edwarda pediu à mãe que prometesse que não a deixaria nunca e a mãe assim fez. Interessante quando falamos genericamente em temas como a eutanásia ou o aborto de um feto com uma má formação, por exemplo, e quando os outros passam a ser nós tudo se transforma, à partida tudo se transforma quando somos nós. Cuida-se por amor, por lealdade, por obrigação e por culpa. porque somos humanos e temos todos os sentimentos cá dentro. Porque só quando somos pequenos ou loucos é que fazemos a clivagem entre bons e maus. Depois vamos crescendo e integrando dentro de nós a ideia de que cada pessoa pode ser simultaneamente boa e má.

E não consigo não fazer o paralelismo com o dia de amanhã, que começa já daqui a uns minutos. O acordar para a vida ou o viver a estória da bela adormecida.

Às 11.12 estarei a trabalhar. Esta é a hora do solstício de Inverno. Portanto vim aqui dizer que vos desejo toda a resiliência do mundo numa nova fase que se avizinha.

E foi bom conhecer-vos.

4 comentários:

raquel d'orey disse...

MUITO BOM!!!!!


Obrigado Querida Sofia...
espero que esta nova era que se avizinha....seja cheia que coisas boas !!!!!


beijinhos
Raquel

Bi disse...

Um graaaaaande beijinho Sofia!

mdemae disse...

Um abraço apertadinho...

Bárbara Yu Belo

sofia disse...

Um beijinho bem grande
E que sim, que a nova era seja plena de coisas boas!
:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...