Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Das férias I




Sempre disse que o meu mês de descanso era Julho, quando fiquei uma temporada só com a Concha e depois só com o Vicente.




Agosto é o mês de estarmos todos juntos, fora de casa, o que pode simplificar ou por vezes complicar tudo.

Chegámos a pensar este ano em trazer ajuda. Achámos que já se justificava e estivemos assim de o fazer. Mas começámos a pensar que ter uma pessoa connosco, 24 sobre 24 horas, pode ajudar imenso em algumas coisas, mas pode ser estranho noutras. E pesámos prós e contras e achámos que mesmo com mais trabalho, muito mais trabalho, preferimos estar a 6 e estar completamente à vontade.




Portanto, são dias cheios, completos, cansativos, bem dispostos, intensos, exaustos.




A Conchinha já caiu e lascou um dos dentes da frente. O Vicente já fiz mil e uma birras e para compensar já disse coisas muito engraçadas.




Quando chegámos da praia ouvi-o dizer à mana:

- Conchinha querida, queres ir para cima da cama saltar?




Adoro as frases que eles dizem e tenho de voltar a escrever mais sobre isso. Apontá-las todas porque são verdadeiros tesouros que quero muito guardar.




Por um lado queremos muito que cresçam e que aprendam a falar muito bem, e vamos corrigindo suavemente para ver se as palavras saem direitinhas. Mas há vezes que os erros nos sabem a mel e aquelas palavras toscas nos deliciam e enternecem, porque acima de tudo são paradigmáticas da idade que têm. Verdadeiros pitéus que merecem ser saboreados e acarinhados, porque a vida passa depressa. Demasiado, demasiado depressa.




Lembro-me que uma das que adorava ouvir dizer ao Manel, mais ou menos com a idade do Vicente era êró. Por mais que eu lhe dissesse "olha que é euro", nunca saía de jeito. E agora tenho saudades, tantas, tantas. O que vale é que ele ainda diz umas coisas bem giras, como ontem que me disse "mãe, mãe, vi umas senhoras a fazer top ladies!!" AMEI.




As duas de estimação do Vicente é coqui-cola e fruti-fruti. Fica de se comer, cada vez que abre a boca para dizer estes disparates mais fofos.




A Concha fala pelos cotovelos e não é só o que diz, é o tom de voz, tão à menina, que nos enternece e só nos apetece dar-lhe beijinhos.




Na praia zangam-se porque querem tudo o que o outro tem. Mas distraem-se imenso juntos e também com os manos mais velhos.




Sinto que o Afonso está quase quase a entrar naquela idade parva em que acha uma seca andar com os pais. Tenho de aproveitar muito bem estas férias porque podem mesmo ser as últimas antes de a adolescência chegar em força.


Quero aproveitar todos os momentos com eles, que depois Setembro traz de novo a agitação de um ritmo mais acelerado, que exige mais correrias e menos calma, o corre corre lufa lufa da vida de todos nós.

Por aqui ainda não conseguimos sair de casa cedo e também ainda não conseguimos ir aos bares da moda à noite. Mas já conseguimos ver duas vezes o pôr do sol na praia, em duas praias diferentes. Não se pode ter tudo, mas eu tenho exactamente aquilo que queria ter. Tão, tão bom.













Odeceixe
Concha e Vicente - Pó de Talco










Samouqueira

Concha - A barata diz que tem
colar - Terços da Lupinha
chapéu - Ovo Estrelado











Alteirinhos

Concha - Lanidor
chapéu antigo e roseta "roubada" ao lenço da Bebés à Antiga
Vicente - Maria Agulha
colar - Terços da Lupinha




A nossa tentativa de engendrarmos um espaço cool para os miúdos.
Acho que ficámos um pouco aquém:)

3 comentários:

Diana Mora Moraes disse...

Ainda me ri a imaginar essas frases deliciosas!! :)

Lia Relvão disse...

Olá Sofia,

Não sei se costuma aderir a estas coisas, mas ofereci-lhe o selo Versatile Blogger, pode ver aqui:
http://designavulso.blogspot.pt/2013/08/selo-versatile-blogger.html

Fico a aguardar resposta :)

Bruxa Mimi disse...

Adorei a do "top ladies" - isso é que eram ladies de categoria (mesmo em topless)!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...