Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 10 de abril de 2012

Hoje estou a trabalhar nisto

Negociar
Evitar ultimatos
Se um perde, ambos perdem
Dizer o que na realidade se quer dizer
Evitar acusações e o ataque
Apresentar primeiro os próprios sentimentos (afirmações “Eu”)
Verificar sempre as percepções
Afirmar os desejos
Pedir sempre clareza e directividade
Nunca usar o sexo para amaciar um desacordo
Repetir a mensagem que pensamos ter recebido
Recusar a luta suja (comportamento passivo-agressivo, perguntar de forma excessivamente rápida, abuso verbal)
Resistir a dar o tratamento do silêncio
Focalizar no assunto e no presente
Usar time-out
Usar o humor
Procurar sempre a resolução da questão

13 comentários:

Lilian disse...

Olha... boa sorte! Beijinhos

Magui disse...

É disso que eu preciso hoje... Disso tudo, vou ler outra vez a ver se interiorizo!

Melancia disse...

Escrito assim até parece fácil...

Tella disse...

e consegues?
(mto louvável! Estava a ler e a pensar que tb tenho de fazer uma lista desse género e colá-la na porta do frigorífico)

Mamã Nocas disse...

Isso é tudo muito certinho para mim. Não consigo pensar nisso tudo ao mesmo tempo, lol nem tempo...lol

jinhos

Duchess disse...

:):)

O princípio subjacente é o de qualquer gestão de conflitos.
e a ideia é que estas coisas se podem e devem praticar sim. Mas não se começa por todas ao mesmo tempo, claro.

Beijinhos

c.f. disse...

andas mediando?.... ;)

Kiki disse...

Epá! Já devia ter lido isto hoje à tarde!!!
Caneco!!!! Grrrrrrr!

Duchess disse...

c: I wish. Não. isto também se vai fazendo nas terapias de casal.

sofia disse...

"Resistir a dar o tratamento do silêncio"
O meu (grande) ponto fraco...
Ora emudeço, ora expludo. Sou o protótipo da panela de pressão! ;)

Uma boa parte de mim disse...

:)

Perfeito!
Só falta respirar profundamente, entre cada um dos pontos :)

Mamã Petra disse...

Tenho uma regra básica que aplico sempre, nunca sair fora do assunto em questão, ou seja, nada de ir buscar outras histórias, outras situações ou outras pessoas, e costuma resultar, assim como 2 cabeças. 2 opiniões e sim temos de chegar a acordo com cedências de ambas as partes, e saber pedir desculpas é muito importante, este ponto foi o que demorou mais tempo a interiorizar, mas já está.

Muito bom, e ate fiquei com mais umas dicas.

Obrigado

c.f. disse...

haaaa não admira q a mediação tenha por base a psicologia! então boa prática! kiss kiss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...